O corpo humano é uma máquina orgânica, e como qualquer máquina, para funcionar necessita de uma fonte de energia – calorias ou Kcal. Estas calorias são obtidas a partir de três macronutrientes: hidratos de carbono, proteínas e gorduras.

Para que as nossas células consigam utilizar estas fontes alimentares como combustível, todas tem de ser convertidas em açúcares simples (glucose, frutose, maltose, sacarose, galactose e lactose). Estes açúcares simples irão alimentar as células humanas fazendo com que se mantenham vivas e em pleno funcionamento.

A glucose, um tipo de açúcar simples, é a fonte primária de combustível para cada tecido e para cada célula do nosso corpo. É considerada a mais importante por ser quase exclusivamente a fonte de energia de algumas células do cérebro, glóbulos vermelhos, e de alguns tecidos nervosos. Os açúcares simples são mais facilmente encontrados nos hidratos de carbono, por isso este macronutriente é considerado o alimento de excelência do trabalho muscular.

 

Os seres humanos têm uma capacidade quase nula de armazenar excessos de proteínas ou hidratos de carbono, mas têm a capacidade de os converter em forma de gordura. Esta gordura é armazenada e utilizada como forma de combustível quando o corpo não consome a quantidade de hidratos de carbono necessários. Ao processo de desdobrar as gorduras em glucose para dar energia dá-se o nome de gliconeogénese – formação de novo açúcar.

 

No entanto, embora a glucose seja a fonte principal de energia do corpo humano, ele necessita de vitaminas, minerais, água, proteínas e gorduras para o seu bom funcionamento em pleno.
Muitos nutricionistas afirmam que o consumo de hidratos de carbono deve ser superior a 70% da alimentação diária e as proteínas e as gorduras devem atingir no máximo 15%, cada uma.
Se queremos obter uma alimentação ideal para o funcionamento ideal do corpo, devemos consumir alimentos que nos proporcionem todos os macronutrientes e micronutrientes numa porção ideal.
Não seria ótimo encontrar uma fonte de alimento que combina, hidratos de carbono, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais? Que tal as frutas?

Newsletter Língua Frutada

Newsletter Língua Frutada

Inscreva-se na nossa newsletter para receber novidades especiais!

Inscrição realizada com sucesso! Acesse seu e-mail para confirmar.