A fibra é normalmente conhecida como uma poderosa ajudante do trânsito intestinal, mas serão todas as fibras igualmente eficazes?
Atualmente são conhecidos dois tipos de fibras, as solúveis e as insolúveis. Tanto umas como as outras têm de ser consumidas, pois o ser humano não possui capacidade de as produzir.

 

 

Fibras Solúveis

As fibras solúveis são, como o nome indica, solúveis e por isso absorvem a água e ajudam a manter as fezes consistentes e suaves. Estas fibras são essenciais ao bom funcionamento do corpo humano e encontram-se em frutas e vegetais.

Existem vários tipos de fibras solúveis, entre as mais conhecidas estão a pectina e a guar, provenientes das frutas, que também são utilizadas isoladamente para o fabrico de medicamentos de tratamento da diabetes. Isto porque possuem capacidades de retenção/absorção de água e de atrasar a absorção de açúcar no sangue, no entanto, ironicamente, existem muitos médicos que insistem em retirar as frutas (maior fonte de fibras solúveis) das dietas de pessoas diabéticas, obrigando-as a tomar suplementos baseados em estratos de frutas (pectina e guar) sob uma forma química.

Resumindo, as fibras solúveis funcionam como absorvedor de água, que ajuda a manter todas as substâncias em movimento suave e natural no trânsito intestinal, permitindo assim uma ótima absorção de nutrientes pelas vilosidades das paredes intestinais. Também retardam a absorção da glicose, retardam o esvaziamento gástrico, que dá uma sensação de saciedade por mais tempo, diminuem os níveis de mau colesterol (LDL), e previnem o aparecimento de cancro intestinal.

 

Fibras Insolúveis

As fibras insolúveis são encontradas maioritariamente nos cereais crus, germinados ou cozidos.
Por não absorverem a água, as suas características físicas são definidas por extremidades ásperas e afiadas que se tornam extremamente agressivas para o delicado trato intestinal.

Como defesa do organismo, ao consumo diário de fibras insolúveis, as paredes intestinais engrossam a membrana mucosa protegendo-se das irritações criadas por estas fibras.
Infelizmente o engrossamento da membrana mucosa do intestino prejudica a absorção de nutrientes pelas vilosidades.
Alguns nutricionistas e empresas de cereais dão aos cereais integrais, principalmente o farelo de trigo, a reputação de bons estimulantes do movimento intestinal.

É verdade que o primeiro contacto com estas fibras insolúveis irrita de tal maneira o cólon que tudo o que nele estiver irá ser expelido após um curto espaço de tempo. Com esta irritação cria-se o engrossamento da parede mucosa, referida acima, e num ciclo vicioso o consumo de fibra e o engrossamento da parede mucosa vão levar a um ponto em que só com um consumo exorbitante de cereais irá conseguir alcançar o resultado laxante desejado.
Este ciclo vicioso tem, ainda assim, como maior desvantagem a redução da capacidade de absorção de nutrientes.

 

Fibras Solúveis Fibras Insolúveis
Absorvem água Não absorvem água
Melhor e fácil circulação no intestino Irritação das paredes intestinais
Melhor absorção de nutrientes Difícil absorção de nutrientes
Fácil excreção Engrossamento das paredes intestinais
Atrasa a absorção de açúcar no sangue Criação de gases
Controla e evita diabetes
Previne LDL
Previne cancro intestinal
Sensação de saciedade prolongada

 

Para melhor funcionamento intestinal e uma melhor absorção de nutrientes, as fibras solúveis são sem dúvida a melhor opção.
Cada vez mais especialistas em saúde alimentar recomendam o consumo de frutas para o bom equilíbrio intestinal e de todo o corpo humano.

 

Newsletter Língua Frutada

Newsletter Língua Frutada

Inscreva-se na nossa newsletter para receber novidades especiais!

Inscrição realizada com sucesso! Acesse seu e-mail para confirmar.